Conheça 6 boas práticas para um gestor de facilities: confira as dicas!

Boas práticas nunca são demais. Seja você um iniciante ou um gestor de facilities consagrado – todos nós sabemos que esse trabalho exige uma atualização continuada, especialmente quando se trata de mudanças ou novas tecnologias.

Para ajudar você, profissional de facilities, reunimos 6 dicas práticas e superúteis para aplicar no seu dia a dia. Confira esses truques e torne as suas instalações muito mais modernas e seguras.

1. Medidas simples, mas de grande impacto

Pequenas mudanças nas rotinas como desligar as luzes alguns minutos antes, subir o set point do ar condicionado em alguns graus, equipar banheiros com sensores inteligentes e utilizar lâmpadas LED, podem significar  redução de até 30% nas faturas mensais de energia.

2. Aposte na manutenção preventiva

Aposte! Tenha certeza: uma manutenção preventiva bem feita vai garantir que o equipamento quebre menos. Adiar pequenos reparos, por sua vez, pode elevar os custos.

Acompanhar o controle dos ativos da empresa em um cadastro centralizado, com as informações de vida útil e recomendações dos fabricantes, permite que o gestor de facilities elabore planos de manutenção com antecedência e qualidade.

Assim, você conseguirá respeitar os calendários das áreas envolvidas, verificar melhor possíveis contratações, reduzir custos, aumentar a qualidade e, consequentemente, diminuir o número de manutenções corretivas.

3. Estratégia na contratação de parceiros

Encontrar os fornecedores certos para manter suas instalações pode ser difícil e demorado. Para qualquer tipo de serviço é necessário desenvolver contratos com SLA´s claros e objetivos. É preciso, ainda, validar que a qualidade de serviço do fornecedor e os níveis de produtividade sejam mantidos.

Atualmente, muitas empresas estão trabalhando com políticas de bonificação para atingimento de SLA´s. Assim, uma porcentagem do contrato é revertida para a equipe em forma de benefícios e treinamentos. Importante lembrar que a tentativa de cortar custos nunca pode impactar em riscos nem na segurança do cliente.

4. Melhore a segurança

O papel do gestor de facilities cresceu ao longo dos anos. Hoje ele deve garantir que nada ameace a segurança – tanto das pessoas do prédio quanto dos ativos da empresa. Com o auxílio de tecnologias inteligentes, os gestores de facilities podem criar ambientes mais seguros, reduzindo riscos.

A tecnologia inteligente também reage às ameaças de segurança sem qualquer supervisão humana. No caso de uma emergência o profissional pode tomar as melhores decisões em frações de segundos para manter as pessoas seguras.

Existem aplicações que trabalham com chatbot, uma espécie de bate-papo. Com ele, o usuário consegue enviar uma mensagem sobre o ocorrido. A inteligência artificial entende e vai instruindo o usuário com as melhores práticas para o problema.

5. Agarre-se à IoT

Esse nome IoT (Internet das Coisas) pode parecer assustador no início, mas facilita muito a vida dos gestores de facilities. Trata-se de uma tecnologia simples de entender e de impacto imediato. A IoT também está mudando a maneira como os gerentes das instalações trabalham.

Com as informações em tempo real armazenadas na nuvem, todas as pessoas que estão dentro da propriedade são influenciadas pelo impacto positivo. Quer um exemplo? Sensores inteligentes auxiliam na gestão de limpeza dos sanitários, garantindo maior satisfação dos usuários e, consequentemente, redução de custos para o condomínio.

6. Utilize sempre uma plataforma de gestão

Sim, sem ela você não é nada! Embora as instalações possam parecer uma necessidade operacional direta, o gerenciamento eficaz pode fazer a diferença entre o sucesso e a falha em grande escala.

Uma plataforma de gestão ajuda a maximizar sua eficiência, potencial e retorno dos sistemas de instalações da sua empresa e preparar o caminho para o gerenciamento proativo e os principais impactos em todas as áreas. Em vez de se sentar atrás de uma escrivaninha e folhear papéis, os gerentes agora podem acessar informações de seus smartphones e tablets.

Isso significa que o trabalho remoto é possível, permitindo que os funcionários acessem dados fora do local, localizem a origem do problema e programem uma correção a qualquer hora do dia. À medida que a tecnologia continua avançando, os gerentes das instalações poderão usá-la melhor a seu favor.

O uso adequado da tecnologia economiza tempo, reduz custos, cria um ambiente de trabalho mais seguro e facilita o papel dos gerentes. Ao adotar a tecnologia, os problemas são resolvidos de forma mais rápida e inteligente, garantindo a calma e a harmonia em sua propriedade 😊.

Quer saber mais? Conheça o Optimus Prime e entenda como ele pode te proporcionar eficiência e economia nas operações

Texto postado anteriormente no Linkedin.

, , ,
Menu